Mais de um milhão de passageiros usaram Aeroporto Internacional de Maputo de Janeiro a Dezembro

A empresa Aeroporto Internacional de Maputo (AIM) alcançou um registo de 1,005,369 passageiros que usaram a infraestrutura aeroportuária no período compreendido entre 1 de Janeiro e 18 de Dezembro do ano em curso, o seu simboliza um marco significativo no tráfego aéreo nacional.

Mais de um milhão de passageiros usaram Aeroporto Internacional de Maputo de Janeiro a Dezembro

O facto foi anunciado por José Candrinho, director de Operações do Aeroporto de Moçambique em conferência de Imprensa havida hoje, em Maputo.

 

“Hoje assinalamos esse marco, passageiro um milhão. É algo que representa para nós um feito de muita importância porque a ultima vez que atingimos essa cifra foi na época antes da pandemia da Covid”, disse.

 

O AIM, atingiu esse marco numa altura que as projecções indicavam que só seria possível alcançar a cifra no próximo ano ou depois do próximo.

 

“Todas as projecções internacionais e nacionais indicavam que a retoma nos níveis de tráfico da época pré Covid iriam concretizar-se a partir de 2024/25 mas nós conseguimos atingir essa cifra ainda no ano de 2023”, disse Candrinho.

 

Segundo Candrinho, o crescimento do trafego aéreo e a entrada das novas companhias resulta de investimentos feito pela AIM, nas infra-estruturas, nos pontos de embargue e necessária comodidade para os passageiros.

 

“Tudo isso resultou no aumento da frequência das companhias, entraram novas companhias, em Outubro entrou nova companhia que é a FlySafair, a LAM começou a voar também para Lisboa ”disse.

 

A cifra de um milhão de passageiros reflecte a retoma aos níveis de tráfego anteriores à pandemia e coloca o AIM entre os principais aeroportos em África com tráfego superior a um milhão de passageiros.

TORRE