Os cinco homens mais ricos do mundo duplicam fortunas desde 2020

Os cinco homens mais ricos do mundo duplicam as suas fortunas, revelou, segunda-feira, um estudo denominado a Oxfam.

Os cinco homens mais ricos do mundo duplicam fortunas desde 2020
Elon Musk

A concentração do poder das empresas e dos monopólios a nível mundial está a contribuir para o agravamento das desigualdades, segundo o relatório da organização não-governamental.

 

Os cinco homens mais ricos do mundo mais do que duplicaram as suas fortunas desde 2020, enquanto os 60% mais pobres perderam dinheiro, de acordo com um relatório da Oxfam divulgado, esta segunda-feira, em Davos (Suíça).

 

De acordo com dados da empresa de investigação Wealth X, a riqueza combinada de Elon Musk, Bernard Arnault, Jeff Bezos, Larry Ellison e Mark Zuckerberg, os cinco homens mais ricos do mundo, aumentou em 423,8 mil milhões de euros (464 mil milhões de dólares), ou 114%, desde 2020.

 

Estes milionários ganharam muito dinheiro, muitas vezes graças aos lucros extraordinários das empresas monopolistas que possuem.

 

No mesmo período, os 4,77 mil milhões de pessoas mais pobres do mundo perderam 0,2% em termos reais da sua riqueza.