Cabo Delgado: ataques terroristas afectam negativamente actividades económicas

O recrudescimento de ataques terroristas em algumas regiões da província nortenha de Cabo Delgado, que se regista nos últimos dias, estão a impactar negativamente nas actividades dos agentes económicos naquele ponto do país.

Cabo Delgado: ataques terroristas afectam negativamente actividades económicas

A constatação é do Conselho Empresarial de Cabo Delgado, para quem alguns agentes económicos, que já haviam reiniciado as suas actividades, neste momento mostram-se apreensivos.

 

O Presidente do Conselho Empresarial de Cabo Delgado, Mamudo Hilário, que há dias a imprensa local, disse que os empresários estão confiantes nas acções das Forças de Defesa e Segurança (FDS) e tropas aliadas, que tudo têm feito para estancar este mal que está a retardar o desenvolvimento da província e do país, em geral.

 

“É uma situação triste. Imagine que temos cavalos ali alocados, o cavalo fica três dias num ponto, o proprietário do cavalo está a somar, para entregar o que alocou. O camião está a facturar o prejuízo”, lamentou Mamudo.

 

“Nós estávamos a projectar uma grande produção neste ano porque mobilizamos muitos produtores a abraçarem o sector da agricultura, mas estamos a abandonar a produção local, o que é um prejuízo enorme e esses hectares estão com a produção de milho, gergelim, entre outras culturas, mas não podemos deixar”, acrescentou.

 

A fonte defendeu haver necessidade de fazer todos os esforços para estancar este mal.