Governo necessita de 100 milhões de USD para implementar projecto de electrificação ferroviária

O ministro dos Transportes e Comunicações, Mateus Magala, anunciou em Maputo, que o governo necessita de cerca de 100 milhões de dólares para implementar o projecto piloto de electrificação ferroviária, partindo da cidade de Maputo a Ressano Garcia, numa extensão de 88 quilómetros.

Governo necessita de 100 milhões de USD para implementar projecto de electrificação ferroviária
CFM

O governo entende que o transporte de massas é o meio que contribui para uma melhor mobilidade das pessoas.

 

Magala revelou que no contexto da transição energética, uma iniciativa do governo moçambicano que visa travar as mudanças climáticas, há um consenso de que energias limpas, verdes são a melhor aposta para o futuro, de modo a garantir o bem-estar das novas gerações.

 

“Temos um Master Plan (Plano Director) que fala como devemos melhorar a nossa mobilidade, o grande desafio é dos recursos limitados que temos em termos de financiamento”, disse Magala.

 

Uma das saídas que o governo encontrou é criar alguns projectos de demonstração sendo um deles o incentivo ao uso de meios ferroviários.

 

Magala, falava a imprensa, hoje, momentos após a embaixadora do Reino dos Países Baixos ter efectuado a demonstração da sua primeira viatura eléctrica e o respectivo sistema de carregamento através de energia solar.  

 

Já embaixadora do Reino dos Países Baixos, Elsbeth Akkerman, fez saber que o planeta está sujeito a muitas pressões provocados pelo Homem, apontando as mudanças climáticas como estando na origem destes fenómenos.

 

“É positivo que as alterações climáticas sejam discutidos todos anos a nível global, na conferência das Nações Unidas sobre alteração climáticas”, afirmou.

 

Akkerman, disse ainda que na conferência da COP 28 no Dubai, Moçambique apontou a sua Estratégia de Transição Energética e pretende posicionar-se como um destino de esclarecer para investimentos em infra-estruturas de energia renováveis e a industrialização verde.

 

Nos Países Baixos já esta em curso a electrificação de veículos que entrarão no mercado em 2030, esperando-se que 1,9 milhão de veículos de passageiros totalmente eléctricos na estrada que podem ser carregados em igual número de estações de carregamento disponíveis.