PGR expulsa barão de droga angolano fugitivo da justiça

A Procuradoria-Geral da República (PGR) expulsou de Moçambique um cidadão de nacionalidade angolana, de nome Higino Duarte Regal, também conhecido por Carlos Eduardo Monteiro.

PGR expulsa barão de droga angolano fugitivo da justiça

Segundo a PGR, o indivíduo fugiu da cadeia em Angola e entrou em Moçambique de forma ilegal.

 

Trata-se de uma expulsão administrativa do território moçambicano de um cidadão angolano tido como fugitivo de uma cadeia em Angola, onde cumpria pena de 10 anos de prisão por crime de tráfico de estupefacientes em 2017.

 

“A evasão ocorreu quando este se encontrava num hospital, onde se dirigia, alegadamente, para cuidados médicos”, refere a Procuradoria-Geral da República, através de uma nota de imprensa.

 

Na mesma nota, a Procuradoria-geral da República explica que Higino Duarte Regal, também conhecido por Carlos Eduardo Monteiro, foi detido em Maputo no dia 21 de Dezembro do ano passado.

 

A PGR acrescenta que “no acto da sua detenção, foi encontrado com diversos documentos, em seu nome, de vários países (Moçambique, Brasil, Seychelles, Namíbia e Angola), de entre eles, certidões de nascimento, passaportes, bilhetes de identidade e cartas de condução”.