Pré-candidatos da Frelimo para as presidenciais “teimam” em não sair

A Camisão Política da Frelimo marcou para 5 e 6 de Abril a 3ª  Sessão Ordinária do Comité Central (CC). Trata-se da sessão que deve encontrar o candidato da Frelimo para as eleições presidenciais de Outubro próximo, e sucessor de Nyusi na direção da Frelimo.

Pré-candidatos da Frelimo para as presidenciais “teimam” em não sair

Entretanto, ainda não são conhecidos os pré-candidatos a candidato presidencial, quando falta cerca de um mês para o CC. 

É a primeira vez que a Frelimo leva tempo para conhecer o rosto o rosto ou os rostos que vão ser escrutinados pelo CC. 

Suspeita-se que a demora tenha que ver com a busca por parte de Nyusi de uma figura que lhe garanta proteção depois de abandonar o poder, depois de uma governação em que a marca foi a perseguição de Guebuza. 

Inicialmente, a sessão havia sido agendada para a segunda quinzena de Março próximo. A justificação do partido pelo adiamento é de as datas anteriormente marcadas calhavam com a Páscoa.

A porta-voz da Frelimo, Ludomila Maguni, explicou que a alteração da data deve-se a coincidência com as celebrações da Páscoa, cuja Sexta-feira Santa terá lugar a 29 de Março, que antecede o domingo de Páscoa, que será a 31 de Março próximo.

“Se formos a acompanhar, penso que no final de Março temos o final da Páscoa, então para não termos alguma interferência com as nossas comemorações, por isso é que se passou a realização do Comité Central para os dias 05 e 06 de Abril”, justificou Ludomila  Maguni, em Maputo, minutos após o fim da 20ª sessão ordinária da Comissão Política do partido, o órgão máximo no intervalo das sessões do CC.

Questionada se a Frelimo já teria indicado os candidatos à candidato a Presidente da República, a porta-voz disse que o assunto não foi discutido na sessão ordinária da CP desta segunda-feira.

O CC terá como agenda principal o debate dos relatórios, da Comissão Política, dos Comités, de Verificação, o órgão de disciplina da Frelimo, bem como do Gabinete Central de Preparação das VII Eleições Presidenciais, Legislativas e das IV Assembleias Provinciais.

Da agenda para o CC consta também a revisão dos estatutos do partido, e debate sobre o plano das actividades, “entre outras questões que serão divulgadas quando chegarmos próximos da própria sessão”.

O CC é constituído por 250 membros e, os estatutos determinam que 60 por cento dos militantes transitem do mandato anterior e 40 por cento entrem pela primeira vez no órgão.

A reunião da Comissão Política da Frelimo foi dirigida por Filipe Nyusi, Presidente da Frelimo e também Presidente da República.